Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

O Whey Protein é um suplemento muito buscado por pessoas que desejam melhorar sua performance na musculação. Ele ajuda a otimizar a ingestão de proteínas, facilitando tanto a hipertrofia quanto a perda de gordura corporal. Porém, é preciso saber usá-lo de maneira correta para alcançar os objetivos!

O treino de musculação pode ser realizado com foco em diferentes objetivos: perda de gordura, melhora da postura, evitar lesões por meio do fortalecimento dos músculos e, principalmente, hipertrofia (aumento da massa muscular, também chamada de massa magra).

No entanto, o treino, por si só, pode não ser o suficiente para alcançar bons resultados quando o assunto é hipertrofia. Isso porque é preciso atentar também para uma boa alimentação, capaz de suprir os nutrientes que nosso corpo necessita para execução adequada das atividades e, consequentemente, na obtenção do ganho de massa.

Quando o organismo requer reposição ou suplementação ainda mais adequada e direcionada, é possível recorrer a suplementação como a de Whey Protein para musculação, sendo preciso seguir algumas recomendações para que a substância promova os efeitos desejados.

É comum, então, que surjam dúvidas quanto ao seu consumo. Os tipos existentes, a quantidade adequada e o horário mais indicado para utilizar o suplemento são apenas algumas delas. Neste post, vamos mostrar como usar o Whey Protein da melhor maneira para que você alcance seus objetivos de forma rápida, simples e eficaz. Acompanhe!

O que é o Whey Protein e quais são os benefícios do uso?

Como mencionado, a dieta de quem faz musculação deve ser adequada, contando com boa quantidade de carboidratos, proteínas e até mesmo gordura. Cada um desses componentes tem função específica no nosso organismo e pode auxiliar numa boa performance nos treinos.

Nesse sentido, as proteínas são fundamentais para a síntese muscular, uma vez que são o principal combustível para ter força e realizar movimentos. Elas são formadas pela combinação de dois aminoácidos e têm funções como:

  • auxiliar na formação estrutural dos organismos;
  • atuar no metabolismo celular;
  • compor o tecido dos músculos, ajudando na contração e recuperação musculares.

Esses aminoácidos estão presentes, principalmente, em alimentos de origem animal (carne, ovos e leite, por exemplo) e também em alguns de origem vegetal (como lentilha e milho). Sua suplementação ainda é possível por meio do Whey Protein. Isso porque ele é composto por proteínas de alta qualidade extraídas do soro do leite, contando com aminoácidos essenciais (como BCAA e Glutamina), cálcio e peptídeos bioativos.

Quais são os tipos de Whey Protein indicados para quem faz musculação?

Existem três tipos de Whey Protein: o isolado, o concentrado e o hidrolisado. A diferenciação diz respeito à maneira como são sintetizados e o grau de “quebra” das proteínas. Confira abaixo algumas características de cada tipo de Whey.

Isolado

O Whey Protein isolado é a forma mais pura da substância. Com concentração proteica de pelo menos 90%, ele apresenta pouca gordura e pouca lactose em sua composição. Isso acontece devido ao processo de filtragem, capaz de eliminar colesterol, gorduras, lactose e hidratos de carbono. Por isso, é uma ótima opção para quem está focado em conquistar hipertrofia.

Concentrado

Whey Protein concentrado é aquele obtido por meio de filtragem menos rígida do soro do leite. Contém 80% de composição de proteínas e 20% de gorduras e carboidratos e, por isso, tem absorção mais lenta. Seu uso é indicado para aqueles que têm o objetivo de perder gordura e ganhar massa magra.

Hidrolisado

Como o próprio nome diz, esse tipo de Whey é obtido por meio do processo chamado hidrólise, que faz com que essa seja a versão mais pura do suplemento. Isso porque as proteínas são ainda mais fracionadas, transformadas em peptídeos, promovendo absorção eficaz. Por não conter quase nenhuma impureza, é essencial para intolerantes à lactose ou alérgicos às proteínas do leite.

O nutricionista e pesquisador científico da Integralmédica, Jean Silvestre, explica que os preferidos entre quem usa Whey Protein para musculação são o concentrado e o isolado. O primeiro é mais indicado por profissionais da saúde devido ao seu baixo custo, enquanto o segundo é usado em casos que necessitam de grande restrição de carboidratos.

Quando ingerir o Whey Protein: antes ou depois do treino?

Ainda de acordo com Jean Silvestre, o Whey Protein pode ser ingerido antes ou depois do treino, a depender do objetivo da pessoa. Além disso, é importante atentar para os nutrientes que ela consome em ambos os momentos para identificar a necessidade do consumo.

Pré-treino

Normalmente, antes do treino, é necessário contar com uma refeição ou suplementação com carboidratos e proteínas de forma que possam garantir, respectivamente, energia nos exercícios e manter a quantidade de aminoácidos circulantes no organismo e na musculatura. Assim, caso haja deficiência desse consumo no pré-treino, o Whey Protein pode ser uma boa alternativa, segundo Silvestre.

Pós-treino

No pós-treino (também chamado de recovery), também são necessários carboidratos e proteínas, porém com o objetivo de recuperar as energias perdidas durante a atividade física, promovendo a ressíntese de glicogênios musculares e hepáticos. Além disso, é preciso estimular o anabolismo dos músculos, fornecendo energia para o sistema imune no processo de recuperação tecidual, função essa exercida pelas proteínas do Whey Protein.

De maneira geral, é recomendado consultar um médico ou nutricionista para melhor identificação de deficiências na ingestão de proteínas ao longo do dia. Assim, o profissional poderá informar o melhor tipo e horário para consumir um Whey Protein para musculação.

Normalmente, as dosagens indicadas giram em torno de 0,4 a 0,5 gramas por quilograma de peso corporal. Dessa maneira, se o indivíduo tem 70 quilos de peso corporal, é preciso multiplicar esse valor por 0,4 gramas, em que obtemos 28 gramas de proteínas na refeição. Lembrando que o intervalo recomendado entre as refeições é de entre três e quatro horas.

O que levar em consideração na hora de comprar o Whey Protein para musculação?

Para comprar o Whey Protein, é preciso levar em conta o tipo. Sendo assim, caso o objetivo seja perda de peso, é recomendado optar pelo isolado. Se a ideia é ganhar massa magra mais rapidamente, a relação custo-benefício do Whey concentrado é a mais vantajosa.

Além disso, é fundamental atentar para a marca e para a procedência dos produtos, conferindo informações como concentração de proteínas e inscrição na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Whey Protein é uma ótima alternativa para quem deseja melhorar o rendimento nos exercícios, uma vez que fornece aminoácidos essenciais para os músculos funcionarem de maneira adequada durante e depois dos treinos. Com ele, é possível ter ótimos resultados tanto quando o assunto é hipertrofia, quanto perda de gordura.

Agora que já tem mais informações para escolher o Whey Protein para musculação adequado, não deixe de conferir nossas opções de produtos!