Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

A escolha do melhor pré-treino é fundamental para atingir resultados e, claramente, vai depender do objetivo de quem o utiliza. Para decidir da maneira correta, é importante ficar atento à composição de cada uma das opções, além de aguardar um tempo adequado entre a ingestão e o início dos exercícios.

Ter um bom desempenho nos treinos está diretamente relacionado, entre outros fatores, ao que é consumido antes das atividades físicas. Os nutrientes ingeridos vão ser capazes de proporcionar a energia necessária para que o atleta tenha o máximo de aproveitamento e desempenho durante os exercícios. 

No entanto, ainda que existam muitas opções, a dúvida surge quando o assunto é escolher qual o melhor pré-treino. A resposta é: depende. 

Para entender melhor como essa decisão deve ser tomada, acompanhe este post e descubra, além dos alimentos possíveis de serem usados para esse fim, algumas dicas para a suplementação adequada.

O que é o pré-treino?

Pré-treino são suplementos que combinam substâncias estimulantes, que fornecem energia para os treinos ou aceleram o processo de recuperação.

Basicamente aumentam o rendimento durante o treino, para que, a longo, os resultados sejam otimizados pelo maior número de treinos em alta intensidade realizados com o pré-treino.  

Quais os tipos de pré-treino?

Temos vários tipos de pré-treinos:

Sólidos, como os alimentos;

Líquidos, com absorção rápida;

Em cápsulas ou tabletes, geralmente a base de cafeína. 

Benefícios do Pré-treino

Maior estímulo durante o treino;

Maior disponibilidade de nutrientes durante o treino;

Mais energia para que a intensidade não seja diminuída, especialmente nos treinos intensos;

Otimização do processo de recuperação após o treino.

Qual é a importância da alimentação pré-treino?

De acordo com Jean Silvestre, nutricionista especializado em nutrição esportiva e pesquisador científico da Integralmédica, a alimentação antes do treino é muito importante, pois será ela que definirá o desempenho do atleta.

Especialistas também apontam que a nutrição pré-treino tem quatro funções primordiais, são elas:

  •  prevenir a hipoglicemia (queda do nível de glicose no sangue);
  •  auxiliar na absorção de sucos gástricos (reduzindo a sensação de fome);
  • atuar como combustível para os músculos;
  • tranquilizar a mente sobre o fato de o corpo estar abastecido para realizar a atividade.

Segundo Jean, caso seja realizada uma atividade física de baixa intensidade e curta duração, o jejum não atua necessariamente de maneira prejudicial. 

Entretanto, caso seja feito um treino intenso, o organismo de um atleta precisará de glicose para trabalhar. Isso porque, nesses casos, é utilizado um sistema energético chamado “via glicolítica”, que quebra esse componente para geração de energia.

Assim, se houver pouca reserva de carboidratos (que possibilitam a formação do glicogênio muscular, sendo essa uma fonte rápida de energia), as chances de piora no desempenho aumentam.

Quais são os melhores pré-treinos de acordo com cada objetivo?

qual o melhor pre treino

A escolha do melhor pré-treino deve ser feita com base em alguns critérios que, somados ao objetivo do atleta, permitem suprir de forma adequada os nutrientes necessários.

Como informado, saber qual o melhor pré-treino depende do objetivo a ser alcançado. Caso ele esteja relacionado ao emagrecimento, é fundamental que sejam ingeridos carboidratos complexos, ricos em fibras, com um tempo considerável antes do treino.

Se o objetivo for hipertrofia ou o aumento da massa muscular, os carboidratos complexos podem ser usados, mas é importante considerar também a ingestão de carboidratos simples, como macarrão e arroz branco.

Ser carboidrato complexo ou simples vai determinar o índice glicêmico do alimento, que diz respeito à sua velocidade de absorção. Dessa forma, como o simples é absorvido de maneira mais fácil, ele pode gerar energia de maneira mais rápida e intensa.

Por outro lado, o carboidrato complexo permite a absorção mais lenta, limitando o apetite e gerando energia a longo prazo.

Quais são os cuidados no pré-treino?

Decidido o melhor pré-treino, é importante tomar alguns cuidados com a sua utilização. Confira os principais a seguir.

Como consumir o pré-treino?

Quando falamos de pré-treinos líquidos ou sólidos, é imprescindível considerar que os primeiros têm absorção de nutrientes mais rápida pelo organismo quando comparados aos segundos. 

Dessa maneira, os pré-treinos líquidos podem ser consumidos até meia hora antes do treino. Já os sólidos devem ter um intervalo de duas a três horas entre a ingestão e o início da atividade.

Quantidade do pré-treino

Além do tempo entre a ingestão do pré-treino e o exercício, é importante ficar atento à quantidade de comida a ser ingerida. Caso haja excessos, dificilmente o rendimento será adequado, podendo haver diminuição da performance.

Substâncias ingeridas com o pré-treino

Antes de treinar, é preciso evitar a ingestão de grande quantidade de gordura. Isso porque ela diminui a eficácia da digestão, fazendo com que seja necessário “deslocar” grande quantidade de sangue para cumprir o papel de digeri-la. 

Tem-se, assim, a diminuição do rendimento, já que o bombeamento de sangue para os músculos é fundamental para o bom desempenho.

Como os suplementos podem ajudar?

Os suplementos auxiliam, principalmente, no tempo de digestão pré-treino, uma vez que são líquidos, facilitando a absorção da glicose para ser usada como fonte energética. 

Além disso, de maneira prática, contam com os nutrientes necessários para a alta performance.

A escolha do suplemento mais adequado deve ser feita com a orientação de um nutricionista. Veja a seguir as opções mais comuns.

Creatina

A creatina é um aminoácido que auxilia no aumento da massa muscular, facilitando a explosão em exercícios de curta duração e alta intensidade, uma vez que gera energia de maneira rápida. 

Por provocar retenção de água nas células dos músculos, ela propicia o aumento de volume e estimula a síntese de proteína, colaborando para a hipertrofia.

Beta-alanina

A beta-alanina é precursora da carnosina, substância que, presente nas células, dificulta a rápida e intensa queda do pH sanguíneo (provocada pela elevação da quantidade de ácido lático decorrente dos exercícios). Com isso, é possível melhorar a performance e ter ainda melhor rendimento.

Cafeína

Por ser um estimulante natural, atuando no Sistema Nervoso Central (SNC) e acelerando a atividade cerebral, a cafeína é um importante suplemento para aumentar o rendimento nos treinos. 

Usada como pré-treino, ela é conhecida por seu efeito termogênico, uma vez que acelera o metabolismo por aumentar o nível e a energia. Consequentemente, pode-se ter melhora da disposição e facilitação da queima de gordura.

BCAA

O BCAA é um composto de aminoácidos que é absorvido de maneira rápida pelo organismo, promovendo ganho de energia e dificultando o catabolismo e a perda de massa muscular nos treinos. 

Além de contribuir para a hipertrofia, é importante para evitar lesões e auxiliar na recuperação muscular.

O que não fazer antes do treino?

– Porque não comer fibra antes do treino?

Fibras têm a digestão mais lenta, podendo causar desconforto antes do treino. O ideal é que a ingestão dos alimentos antes do treino seja preferencialmente com alimentos de fácil absorção e digestão pelo organismo.

Quais são os diferenciais da Integralmédica nos suplementos pré-treino?

A Integralmédica conta com produtos de alta qualidade e essenciais para o seu pré-treino, preocupando-se ainda em oferecer estratégias, orientações, dados, informações e conteúdos científicos cruciais para que você se mantenha bem informado. 

Não é à toa que somos a marca número um na América Latina quando o assunto é suplementação.

Conclusão Sobre os Pré-Treinos

Como você pôde ver, os pré-treinos, sejam eles alimentos ou suplementos, são ótimas ferramentas para auxiliar no atingimento dos objetivos. Ter tais resultados em mente e conhecer as propriedades de cada opção é fundamental para saber qual o melhor pré-treino para você.