Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

87cbf838d5bc891ba3d39b0eaed88ac3f9fa2451

A periodização nada mais é que a forma sistemática de organizar o treino de um aluno/atleta em períodos pré-estabelecidos. Tal organização permite que estímulos diferentes sejam aplicados obedecendo a um ciclo de execução dos exercícios.

Promover estímulos diferentes, seja na variação da carga, na intensidade e volume de treinos, e até mesmo nos intervalos de descanso é essencial para aperfeiçoar os resultados. Além disso, a periodização previne o overtraining e evita que o corpo se habitue ao estímulo aplicado, ou seja, impede que ele se acostume com a última condição imposta, desacelerando o metabolismo (efeito platô).

Dilmar Pinto Guedes Júnior explica que “a periodização do treinamento físico, incluindo o treinamento de força em academias, é fundamental para otimizar o perfeito heterocronismo entre a carga de treinamento (estímulo) e o período eficiente de recuperação, com objetivo de potencializar os ajustes desejados de curto, médio e longo prazo, evitando o sobretreinamento e o aparecimento de platôs” 1.

Mais especificamente sobre a proposta da periodização ondulatória flexível, verifica-se a variação de carga de acordo com o estado fisiológico e/ou de estresse do aluno, em ciclos de 7 a 10 dias (e não mensalmente). Portanto, leva-se em conta peculiaridades ligadas ao executante do exercício, que determinarão o tipo de treino a ser realizado naquele dia específico, impedindo que o corpo consiga se acostumar com o mesmo estímulo fornecido por longos períodos.

Tanto na periodização linear quanto na ondulatória, as variáveis de força e resistência são observadas, porém na ondulatória o estado físico-psicológico do aluno/atleta é observado para otimizar o resultado. Não adianta fazer um treino intenso em estado de estresse, sem uma boa noite de sono ou sem se alimentar. O resultado pretendido não será alcançado.

Segundo Kramer e Fleck2 , as vantagens da periodização ondulatória flexível são:

-Permitir maior variação na sequência dos exercícios;

-Permitir que praticantes de treinamento de força retornem mais rapidamente após uma lesão;

-Propiciar uma rotina de treinamento menos entediante

-Ajustar-se a diversas situações do dia de treino (estresse, diminuição da força devido ao cansaço etc.).

A periodização ondulatória flexível permite que o corpo não se adapte a um mesmo estímulo. Mantém-se a intensidade necessária dentro dos padrões aceitáveis pelo corpo no dia em que o treino está sendo executado, promovendo, consequentemente, o estímulo necessário para o melhor desempenho muscular.

____________________

1 In: http://kilorias.band.uol.com.br/a-importancia-da-periodizacao-no-treinamento-de-forca/. Acesso em: 15/10/2015.

____________________

2  In:http://educacaofisicamelhor.com.br/m/index/comentario/slug/periodizacao-da-musculacao-em-a cademias-parte-3/cod/140. Acesso em: 15/10/2015.