Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

Primeiramente vamos relembrar os diferentes tipos de proteínas com excelentes valores biológicos que ajudam no balanço calórico proteico diário e no ganho de tecido magro. Assim podemos entender melhor o que é um blend de proteínas

As proteínas do leite, possuem alto valor nutricional, contendo alto teor de aminoácidos essenciais, especialmente os de cadeia ramificada. Também apresentam alto teor de cálcio e de peptídeos bioativos do soro.

Presentes em todos os tipos de leite, as proteínas do leite são divididas em: caseína, presente na parte sólida sendo responsável por 80% das proteínas e whey, presente no soro do leite somando 20% deste percentual. Estes percentuais ainda podem variar em função da raça do gado, da ração fornecida e do país de origem.

Uma das principais vantagens das proteínas do soro do leite (whey protein), além do seu perfil biológico excelente,é sua velocidade de absorção, que é muito rápida. Por isso, proporciona níveis altíssimos de aminoácidos no sangue em até 60 minutos após a sua administração (pico), sendo este um dos principais gatilhos para o desencadeamento do processo de síntese proteica. Vale ressaltar que estes níveis permanecem elevados em até 240 min após a tomada.

A caseína, apesar de seu excelente valor biológico, não apresenta esta característica. Quando entra em contato com o ácido clorídrico presente no estômago, a mesma coagula, dificultando o esvaziamento gástrico. Isto para muitos é uma grande vantagem pois o lento esvaziamento gástrico reduz significativamente a sensação de fome.

Doutor, e a vantagem de ficar mais tempo no sangue devido a sua absorção mais lenta?

Os estudos mostram que os níveis de aminoácidemia (aminoácidos circulantes) são os mesmos nos dois casos, podendo-se observar níveis circulantes em até quatro horas após a administração de ambas as formas, não havendo significativa diferença entre as duas.

Quando encontramos estas duas formas em um mesmo suplemento, podemos chamá-lo de blend de proteínas. Vocês podem encontrar uma outra denominação também: whey protein time release.

Além das proteínas do leite, outras formas poderão ser adicionadas como, por exemplo, a albumina oriunda do ovo que também possui um excelente valor biológico e em algumas apresentações, a proteína isolada de carne.

Então, qual seria a utilidade da administração de um suplemento contendo os dois tipos de proteínas do leite?

Os blends proteicos são uma excelente estratégia para substituir refeições sólidas por líquidas durante o dia ou noite, para otimizar o balanço proteico, quando o pós-treino é a ultima refeição do dia, para evitar catabolismo muscular, melhorar hipertrofia e reduzir a fome.

Evidente, que o blend proteico consumido deve possuir alta qualidade de suas fontes proteicas e a Integralmédica, com três décadas de tradição, consegue traduzir a ciência da nutrição esportiva em sua vasta linha de suplementos. O ISOBLEND combina WPI (whey protein isolado) a outras matrizes proteicas do soro de leite como: WPH (whey protein hidrolizado) e WPC (whey protein concentrado), promovendo uma rica oferta de aminoácidos essenciais, inclusive BCAA.