Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

O processo de recuperação muscular tem sido cada vez mais estudado, hoje sabemos que diversas estratégias nutricionais podem ser empregadas para melhorar a recuperação muscular e, consequentemente, fazer com que as pessoas mantenham cargas melhores de treino e até mesmo melhores resultados em competições esportivas.

Diversos são os processos que podem colaborar com essas estratégias, mas neste momento vamos focar na relação entre consumo de gorduras e recuperação muscular. Hoje sabemos que o consumo excessivo de gorduras saturadas e o consumo de gorduras trans podem prejudicar a recuperação dos indivíduos, portanto, existe relação entre a ingestão desses alimentos pró-inflamatórios e a piora da recuperação muscular.

É importante lembrar que temos escolha, podemos consumir alimentos pró-inflamatórios e prejudicar a recuperação muscular, mas também podemos optar pelo consumo de alimentos e/ou suplementos de gorduras boas (como é o caso do ômega 3) e melhorar essa recuperação.

Uma revisão científica recente trouxe os impactos do consumo de ômega 3 na melhora da recuperação muscular após as sessões de exercício físico. De acordo com os autores, a suplementação de ômega 3 com quantidades adequadas de ácido eicosapentaenoico (EPA) e docosahexaenoico (DHA) pode contribuir para o estímulo da sinalização celular do complexo 1 da proteína alvo do mecanismo rapamicina (mTORC1). A suplementação pode ainda alterar os lipídeos da membrana do músculo esquelético, contribuindo para estímulos nutricionais e mecânicos no organismo (Mcglory et al., 2019).

Assim, a organização das estratégias nutricionais que buscam melhorar a recuperação muscular pode ser de extrema importância para os praticantes de atividade física.

Lembre-se, o consumo de gorduras em uma dieta também é um aliado da dieta cetogênica. Falei em outro post aqui do blog da Integralmédica sobre o rendimento no esporte para os indivíduos adeptos da dieta cetogênica.

Até mais!

Referências bibliográficas
MCGLORY, C. et al. The impact of exercise and nutrition on the regulation of skeletal muscle mass. J Physiol, v. 597, n. 5, p. 1251-1258, Mar 2019. ISSN 0022-3751.