Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

O treino cardiorrespiratório e o treino de musculação são importantes para quem faz academia, seja para perder gordura quanto para quem queira melhorar a saúde ou qualidade de vida. Entender por qual começar, se é pela musculação ou pelo treino cardiorrespiratório, é fundamental para extrair o melhor desses 2 modelos de treinamento.

O que é treino cardio?

O treino cardio, como é conhecido, é na verdade abreviação de treino cardiorrespiratório. O treino cardiorrespiratório é o treinamento aeróbio (resistência), como corrida e ciclismo, e promove adaptações como melhora no sistema cardiovascular e respiratório. Temos também o termo Cardiometabólico, que mescla a atividade aeróbia/de resistência com treinos metabólicos, como circuitos.

Quais são os benefícios do treino de cárdio?

Resistência física

A Resistência física é a capacidade de resistir a longos esforços, ou de resistir a fadiga em exercícios aeróbios. O treino cardiorrespiratório auxilia no aumento da resistência física, principalmente em esforços de longa duração.

Fortalece o sistema cardiorrespiratório

Um dos benefícios do treino cardiorrespiratório é o aumento do consumo máximo de oxigênio, conhecido como Vo2Max. Pesquisas têm demonstrado que altos valores de Vo2Max favorecem a saúde cardiovascular, ou seja, altos valores de Vo2Max tem uma correlação positiva com menores riscos de doenças cardiovasculares.

Auxilia a perda de peso

Trabalhos científicos demonstraram que o treino cardiorrespiratório aumenta a queima de gordura e acelera o processo de emagrecimento, o que favorece a perda de peso. Quando o treino cardiorrespiratório é acompanhado de uma dieta para perda de peso, os resultados são ainda maiores. 

Cardio antes do treino de musculação

O treino cárdio é feito antes do treino de musculação quando o objetivo é perder calorias e /ou desenvolver a parte cardiorrespiratória, porém o treino cardio diminui a energia (glicogênio) para o treino posterior de musculação, o que pode atrapalhar o treino de musculação.

Cardio durante o treino de musculação

Quando mesclamos o treino cardio (esteira ou corrida, por exemplo) durante uma sessão de musculação, chamamos esse treino de circuito. Podemos fazer 3 exercícios de musculação e, sem pausa, 5 min de esteira, por exemplo. Essa é uma das formas de se introduzir o cárdio durante o treino de musculação.

Cardio depois do treino de musculação

Fazer o treino cardio depois do treino de musculação favorece o treino de musculação, ou seja, quando a ideia for priorizar os ganhos na musculação, o ideal é começar com a musculação. Quando começamos com a musculação, diminuímos os estoques de glicogênio (energia) e assim, quando vamos para o treino cardio, gastamos mais energia.

Conclusão 

Fazer o cardio antes ou depois da musculação depende do objetivo. Se o objetivo for ganhar massa muscular e perder gordura, o cardio deve ser feito depois da musculação. Agora se o objetivo for melhorar o condicionamento cardiorrespiratório, a musculação pode ser feita depois do cardio

Blog Integralmédica - Banner - Genérico