Cafeína: Para que serve e seus benefícios | Blog Integralmédica

Cafeína: Para que serve e seus benefícios

O que é a cafeína?

A cafeína é um alcaloide do grupo das xantinas, atuando como um estimulante do nosso sistema nervoso central (SNC). Um dos compostos bioativos mais consumidos no Brasil a cafeína tem se tornado alvo de muitas pesquisas, seus efeitos em algumas respostas fisiológicas podem contribuir para a melhora do desempenho de indivíduos que praticam atividade física de diversas formas, que veremos logo adiante.

Blog Integralmedica Banner Termogenico

Para que serve a cafeína?

A cafeína é utilizada para manter as pessoas em estado de alerta, isso acontece, pois, a molécula de cafeína se liga aos receptores do nosso cérebro e trazem essa sensação de alerta. Nesses mesmos receptores podem se ligar às moléculas de adenosina, porém nesse caso causaria o efeito contrário ao alerta.

Uma recente revisão publicada, trouxe alguns caminhos interessantes para a suplementação de cafeína e a melhora de desempenho físico nos indivíduos. Encontramos estudos demonstrando um efeito bem interessante da suplementação de cafeína em neurotransmissores excitatórios e aumento da taxa de disparo de neurônios centrais, fazendo com que, na prática, o indivíduo consiga executar melhor o exercício e tenha um melhor rendimento nos esportes (1).

Quais são os benefícios da cafeína?

1. Efeito termogênico;

2. Melhora no desempenho de atividades físicas;

3. Auxílio no cansaço físico e mental;

4. Acelera o metabolismo;

5. Diminuição da sensação de dor após a atividade física.

A suplementação de cafeína tem se mostrado bastante benéfica para diversos fatores, através da sua ligação nos receptores do sistema nervoso central ocorre a liberação de catecolaminas (como adrenalina e noradrenalina), e, como consequência, a ativação de alguns tecidos como por exemplo o músculo e a sua atividade, fazendo com que o indivíduo tenha um melhor desempenho físico.

Também há trabalhos mostrando que as catecolaminas podem induzir a uma maior lipólise e, com o auxílio do exercício físico, acelerar o metabolismo e oxidar gorduras do tecido adiposo. Igualmente também temos trabalhos mostrando que a cafeína após uma sessão de exercício físico pode contribuir para um efeito de analgesia e amenizar as dores pós treinos (2).

Quais são os efeitos colaterais da cafeína?

1. Insônia;

2. Ansiedade;

3. Aumentar a frequência cardíaca;

As pessoas acham que podemos usar cafeína desenfreadamente ao longo do dia, porém isso não é verdade.  A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) indica que a quantidade diária recomendada de cafeína seja de no máximo 420 mg por dia, ou seja, se você tomar cápsulas de cafeína e também muitas xícaras de café ao longo do dia provavelmente sua ingestão diária de cafeína ultrapassou este valor recomendado.  

O grande problema nisso é que a cafeína pode causar taquicardia (aumento da frequência cardíaca) e, como consequência, gerar uma maior ansiedade ao longo do dia bem como insônia durante a noite.  Estes efeitos colaterais podem prejudicar bastante a nossa saúde visto que se não conseguimos dormir direito, o nosso sono não será reparador e no outro dia provavelmente acordamos cansados e mais estressados. Além disso, o aumento de ansiedade ao longo do nosso dia gera vários prejuízos na nossa rotina, como por exemplo, fugir da dieta e comer mais alimentos industrializados e ricos em açúcares e gorduras.

Cafeína: Para que serve e seus benefícios | Blog Integralmédica

Perguntas frequentes sobre a Cafeína

Para quem a cafeína é indicada?

A suplementação de cafeína é muito indicada para quem deseja aumentar o rendimento em treinos e não tem maiores problemas cardíacos.

Se você treinar musculação ou crossfit ou futebol e diversas outras modalidades, a suplementação de cafeína tem se mostrado benéfica para melhorar o recrutamento motor e gerar um melhor desempenho para os indivíduos.

A cafeína emagrece?

Alguns estudos têm mostrado que a suplementação de cafeína pode contribuir ir no emagrecimento, porém é importante você saber que ela tem efeito coadjuvante, ou seja, pouco adiantará se você suplementar com cafeína e não conseguir fazer uma dieta equilibrada, descansar bem e ter uma rotina frequente de treinos no seu dia a dia.

Quem tem gastrite pode consumir cafeína?

Para quem tem gastrite ou outros problemas gastrointestinais a cafeína não é indicada, uma vez que ela pode piorar esse quadro e trazer maiores complicações para sua saúde.

Cafeína atrapalha o sono?

Sim, como já falamos anteriormente, a cafeína pode estimular o sistema nervoso central e causar insônia em uma grande parte de pessoas, principalmente se for ingerida próximo ao horário de dormir, sendo assim, evite consumir cafeína ao final da tarde e à noite para que seu sono não seja prejudicado.

Qual a dose recomendada de cafeína por dia?

De acordo com as nossas pesquisas científicas, doses em torno de 3 a 6 mg/kg de peso corporal parecem mostrar benefícios no rendimento dos indivíduos e doses maiores podem causar um desconforto gastrointestinal e outros efeitos colaterais, principalmente em indivíduos não habituados ao consumo de cafeína.

Vale também lembrar que devem ser somadas as doses diárias de cafeína, com a suplementação e a ingestão de bebidas contendo cafeína, para que não cause um efeito colateral nos indivíduos.

Quem tem ansiedade pode consumir cafeína?

Para quem tem ansiedade é sempre importante tomar cuidado na hora da ingestão de cafeína, pois a quantidade influenciará nesse aumento de ansiedade, então evite consumir doses grandes de cafeína se você tem uma maior ansiedade ao longo do dia.

Quem sofre com problemas cardíacos pode consumir cafeína?

A suplementação de cafeína não é indicada para quem tem problemas cardíacos, pois na suplementação temos uma grande dosagem de cafeína sendo administrada de uma forma rápida, o que pode causar taquicardia e gerar complicações para sua saúde.

Já na ingestão de café a quantidade de cafeína em uma xícara não é tão elevada, o que facilita um pouco em relação ao indivíduo não ter taquicardia com frequência, porém é sempre importante você procurar o seu médico para saber como está a saúde do seu coração e se você pode fazer ingestão de cafeína.

Conclusão

Então é importante você lembrar que a suplementação cafeína tem os seus efeitos benéficos, mas nem todo mundo se beneficia desses efeitos é sempre importante você procurar um médico e uma nutricionista para acompanhar a sua dieta e você garantir ir numa boa saúde para o seu organismo. Espero que tenham gostado pessoal! Continuem nos acompanhando para terem mais informações sempre. Sigam nossos canais no instagram @integralmedica e a Integral Tv no Youtube.

Abraços e até a próxima!

Referências bibliográficas

  1.     Silvestre J, Gianoni R, Pereira PE. Cafeina e desempenho físico. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício. 2018;17.
  2.     Grgic J, Trexler ET, Lazinica B, Pedisic Z. Effects of caffeine intake on muscle strength and power: a systematic review and meta-analysis. Journal of the International Society of Sports Nutrition. 2018;15:11.

Compartilhe esse Post

Share on facebook
Share on twitter
Rolar para cima